Em 2012, quatro estudantes da Escola Politécnica (Poli) da USP, passaram a analisar o ambiente que os cercava e perceberam que era extremamente elitizado, com pessoas que tiveram a oportunidade de se dedicar aos estudos. A falta de alunos vindos de escolas públicas gerou um incômodo e a vontade de mudança. Eles decidiram então pagar os estudos de algum jovem sem condições econômicas.

Um dos diferenciais do projeto é o programa de mentoria, que busca fazer um acompanhamento dos progressos escolares e auxiliar esses jovens em diversos aspectos, desde o desempenho em sala de aula até a escolha profissional.

Veja na integra

Veja no Guia do Estudante

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *